Diabetes Mellitus – Entenda o que é e saiba o que fazer

SAÚDE E BEM ESTAR

Diabetes Mellitus – Entenda o que é e saiba o que fazer.

Sede excessiva, fadiga, fraqueza, aumento de apetite, esses sintomas podem ser um alerta de que a saúde não vai bem, são alguns dos sintomas que acometem as pessoas com Diabetes Mellitus.

Se você se encaixa dentro deste quadro de risco ou simplesmente quer entender esta doença, continue lendo…

Diabetes – O que é?

O Diabetes é um tipo de doença metabólica, que tem como principal característica o aumento da glicose no sangue, conhecido como hiperglicemia.

Quando não tratado adequadamente e sem a prática do controle glicêmico, o Diabetes pode ser tornar causador de complicações cardíacas, amputações, déficit de visão, entre outras consequências.

O tema é preocupante e amplamente abordado em redes sociais, como, por exemplo em páginas do facebook.

 

Os “4Ps” da Diabetes.

Os principais sintomas do Diabetes estão reunidos em um grupo conhecido como os “4Ps”:

  1. Poliúria: que caracteriza o aumento do volume de urina;
  2. Polidipsia: sede em excesso e consequente aumento da ingestão de líquidos;
  3. Polifagia: aumento de apetite;
  4. Perda involuntária de peso.

Estes sintomas muitas vezes não são considerados com a devida importância, passando despercebidos, ocasionando o avanço da doença, ocasionando problemas maiores.

Então, continue descobrindo como acontece a Diabetes, e mesmo que você não seja portador da mesma, com este conhecimento você pode ajudar a outros.

 

O Caminho da Glicose em um Organismo Saudável.

  • O trato gastrointestinal transforma o alimento em nutrientes, entre eles a glicose;
  • A glicose é absorvida pelas paredes do intestino. E entra nos vasos sanguíneos;
  • Em presença do alimento são liberados hormônios tipo incretinas que avisam ao pâncreas para liberar insulina;
  • A insulina ajuda transportar a glicose presente nos vasos sanguíneos para as células do corpo;
  • O fígado encerra a produção de glicose;
  • A glicose absorvida pelas células é utilizada como fonte de energia;
  • Os rins continuam seu funcionamento normal e a urina resultante não contém glicose.

 

O Caminho da Glicose em Presença da Diabetes Mellitus.      

  • O trato gastrointestinal transforma o alimento em nutrientes, entre eles está a glicose;
  • A glicose é absorvida pelas paredes do intestino. E entra nos vasos sanguíneos;
  • A produção de incretinas é deficiente nos diabéticos e o processo de envio de mensagem ao pâncreas não acontece muito bem;
  • Além disso, não há produção de insulina ou esta é insuficiente dificultando o transporte da glicose para as células;
  • A glicose se acumula no sangue (hiperglicemia);
  • O pâncreas tenta se adaptar intensificando seu funcionamento;
  • Como a glicose não chega adequadamente às células, o fígado continua a produção;
  • A glicose não é adequadamente absorvida pelas células e consequentemente o corpo não obtém a energia de que precisa;
  • Os rins tentam eliminar o excesso de glicose pela urina. O indivíduo passa a urinar com muita frequência.

 

Diabetes – 3 ensinamentos para uma vida feliz.

Ser feliz mesmo tendo Diabetes?  É possível!

As pessoas diabéticas convivem com diversas restrições em suas vidas. Muitas vezes por estarem mal informadas sobre o assunto ou por desconhecerem as melhores formas de cuidados.

Para mudar este quadro 2 pontos  são essenciais: informar-se e cuidar-se bem.

Alerta!  Glicose em alta.

Para não extrapolar o nível glicêmico (nível de glicose presente no sangue), a maioria dos pacientes, acaba mudando radicalmente seu modo de vida.  Com isso a alimentação é bruscamente alterada deixando de ser prazerosa.  A atividade física também é reduzida dando lugar ao marasmo e a ociosidade que podem levar a outro problema agravante – a depressão.

 

Mas, quem disse que tem que ser assim?

 

Aqui vão 3 ensinamentos do bem viver com a Diabetes Mellitus:

 

Lição 1 – Não Caia no Conto das Dietas Radicais.

A obesidade é um fator agravante nos casos de Diabetes, pois o excesso de gordura interfere na ação eficiente da insulina, favorecendo a permanência da glicose na circulação sanguínea.  Existem formas saudáveis para perda de peso, baseadas em mudanças de hábitos alimentares.

As dietas radicais não são as mais indicadas, nem as mais eficientes, pois acabam desencadeando o efeito sanfona.

Este engorda e emagrece, emagrece e engorda do efeito sanfona é para o diabético um verdadeiro transtorno, já que provoca constantes oscilações nas taxas de glicose. 

O ideal é que ocorra uma mudança de hábitos alimentares gradual, que com o passar do tempo se torne permanente.

 

Lição 2 – Adote a Prática da Atividade Física.

A atividade física traz inúmeros benefícios para os diabéticos. Sabe por quê? Ao praticar exercícios físicos, os músculos passam a captar mais quantidade de glicose, e isso ocorre sem precisar da mediação da insulina. 

A prática de atividades físicas é benéfica e eficiente para o diabético, pois, além de auxiliar na regulação do controle dos níveis de glicose, promove a perda de peso, melhora a auto-estima, conduzindo ao bem-estar.

Mas não se esqueça de um ponto fundamental – Antes de iniciar a atividade física é preciso avaliar junto a profissionais especializados, o potencial e as condições físicas do corpo.

 

Lição 3 – Não Faça Automedicação Nem Tome Decisões Sem Orientação. 

Esteja atento!  Não despreze o apoio de profissionais que poderão ajudar no controle desta doença que requer muitos cuidados. É importante que toda a atitude a ser tomada esteja pautada em orientação médica.

Aproveite toda orientação profissional que puder para ajudar na construção de novos hábitos e estilos de vida. Obtenha assim um poderoso aliado na luta contra o Diabetes Mellitus.

 

A Verdade Sobre as Doces Frutas Proibidas na Diabetes.

Quem tem Diabetes Mellitus pode comer qualquer fruta? 

Ou é preciso evitá-las por serem doces e conterem açúcar?

O que comer?  Frutas doces ou ácidas?

Não se pode contar quantas vezes esta questão passa pela cabeça de mães, esposas e parentes de diabéticos. Sem contar as inumeráveis vezes em que eles próprios deixam de comer esta ou aquela fruta, por medo de aumentar os níveis de açúcar.

Chegou a hora de detonar de vez esta dúvida cruel!

Afinal, Existem Frutas Proibidas Para os Diabéticos?

As frutas colaboram com elementos energéticos imprescindíveis à nossa saúde. Saborosas e cheias de nutrientes, são fontes de fibras e vitaminas essenciais. 

Porém, elas também contêm açúcar. O açúcar das frutas é conhecido como frutose. 

Mas e aí?

Ingerir frutas faz a glicose subir? Altera o nível glicêmico? 

A resposta é Sim! Ao ingerir frutas, os níveis de glicose no sangue tendem a subir.

Porém a frutose depende de menos insulina para ser absorvida, fato que favorece os diabéticos.

Na verdade, os diabéticos podem consumir frutas sem perigo, desde que se mantenham dentro de um plano alimentar orientado e saudável.

 Sendo assim, alguns pormenores devem ser observados:

         1. Uma recomendação importante é que se mantenha a porção de 2 frutas por dia.

         2. As frutas com menor teor de frutose, portanto, menos doces devem ser preferidas.

         3. Algumas frutas como a banana e a jaca devem ser evitadas por serem ricas em carboidratos e elevarem muito o índice de açúcar no sangue.

         4. A maioria das frutas pode ser consumida, mas o melhor é escolher as frutas mais pobres em carboidratos.

         5. A visita a um nutricionista, que elabore um plano alimentar adequado e específico deve ser considerada.

         6. Conhecer informações sobre as frutas e dar preferência às mais recomendadas nos casos de Diabetes é uma forma de evitar picos de glicose.

          7. Manter sob controle a glicemia, medindo sempre o nível de glicose também é importante.  

        

Para você não perder o doce gostinho das frutas e ainda conservar sua taxa de glicose normal, aqui vai uma lista com algumas informações importantes para as pessoas com Diabetes.

 

As 10 frutas recomendadas para os diabéticos:

 

  • Maçã: Possui uma fibra denominada pectina capaz de controlar a glicemia e reduzir o colesterol.

 

  • Abacate: Possui o benefício de quase não conter açúcar. Além disso, possui nutrientes que aumentam o colesterol bom. Porém deve ser consumido com moderação por ser muito calórico.

 

  • Limão: Sua ação é inteiramente benéfica aos diabéticos. Não possui açúcar, protege contra hemorragias, além de possuir concentração elevada de ácido cítrico, ácido ascórbico e ácido nicotínico. Este último protege as artérias de problemas cardiovasculares.

 

  • Coco: Reduz os níveis glicêmicos, além de possuir substâncias que aumentam a imunidade. Sua gordura ajuda a saciedade e ajuda no combate às inflamações.

 

  • Caju: Rico em vitamina C e ferro, não tem restrição para os diabéticos.

 

  • Tangerina: Apontada por pesquisas, como proteção contra Diabetes tipo 2.

 

  • Melão: Favorece a desintoxicação alimentar, é um eficiente hidratante, além de auxiliar no emagrecimento.

 

  • Laranja: Pode ser consumida por diabéticos. É rica em vitamina C. 

 

  • Morango: Oferece proteção contra doenças vasculares e doenças cardíacas. É rico em antioxidantes.

 

  • Manga: Eficiente auxiliar no tratamento do Diabetes. Rica em vitamina C, potássio, fibras e caroteno. Proteção contra problemas cardíacos, diuréticos.

 

Esperamos que você faça bom uso dessas importantes dicas e seja Mais Feliz!

 

PUBLICIDADE

Aprenda a importar dos EUA pela metade do preço roupas, relógios, perfumes e muito mais, de maneira legal e sem complicações!

Aprenda a Tocar Violino um dos mais lindos e apaixonantes instrumentos musicais!

O Melhor e Mais Completo Curso de Teologia à distância, pelo Melhor Custo x Benefício!

Curso Bolo no Pote – Aprenda e tenha renda extra

https://tudoaqui.blog.br/saude-e-bem-estar/perder-barriga-de-verdade/

 

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *